Home História Associado Notícias Associe-se Documentos Links TV Web Contato

 

 

   

 

Notícias

 

Caminhoneiros criam o Fórum Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas

 

13/08/2012

 

Reunidos na Câmara dos Deputados, caminhoneiros de todo Brasil criaram o Fórum Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas para defender os interesses da categoria.

 

Diante das greves ocorridas em todo o país, caminhoneiros criaram ontem (08) na Câmara dos Deputados o Fórum Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas. A categoria se reunirá em audiências públicas na Casa para discutir a aplicação da nova Lei dos Motoristas (12.619/12), que regula a sua jornada de trabalho.

Pela lei, que entrou em vigor no dia primeiro de agosto, todos os caminhoneiros são obrigados a cumprir período de descanso de 11 horas a cada 24 horas.

Além disso, os profissionais devem fazer uma parada de meia hora a cada quatro horas ao volante. O objetivo é reduzir o número de acidentes nas estradas.

De acordo com o presidente do Movimento União Brasil Caminhoneiro (MUBC), Nélio Botelho, a qualidade das estradas e a falta de paradas adequadas para os motoristas torna quase impossível cumprir com a legislação.

“Nas longas distâncias, por exemplo, como é que se vai cumprir um tempo de descanso diário de 11 horas, sob pena de o próprio motorista ser multado pela Polícia Rodoviária? Ele vai ter de parar a margem da rodovia, onde não existem pontos de apoio, e ficar deitado na cabine, até cumprir as 11 horas?”

Mesmo com a falta de infraestrutura nas estradas de todo o país, o presidente da União Nacional dos Caminhoneiros (Unicam), José Araújo “China” da Silva, disse que a lei veio em boa hora, pois os números de acidentes nas estradas relacionados à jornadas exaustivas são assustadores.

Na opinião do deputado federal  Nelson Marquezelli (PTB-SP), a parada obrigatória é aconselhável. “De 15 minutos a cada quatro horas, e à noite descansar seis horas, aonde ele quiser, aonde ele achar melhor, aonde ele tiver um amigo ou uma pousada, aonde ele tiver um lugar em que possa descansar.”

 

Grupos de trabalho temáticos

 

Segundo a assessoria de imprensa do Ministério dos Transportes, ficou acertado que as demandas dos caminhoneiros serão discutidas em quatro grupos de trabalho temáticos.

O primeiro encontro será no próximo dia 14 e discutirá sobre normas e regulamentos, outro a construção de pontos de parada, o terceiro vai debater questões fiscais e tributárias e o quarto, aspectos jurídicos.

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara aprovou na quarta-feira (08) dois requerimentos para a realização de audiência pública sobre o tema. Uma para debater a respeito de problemas na concessão de aposentadoria aos segurados especiais (237/12); e para discutir a aplicação da nova Lei 12.619/12 (239/12).

 

 

 

 

 
 

Sindimercosul

Uruguaiana - Rio Grande do Sul

                            Fone: (55) 3413-1859

   

 

Copyright © 2011/2013 Sindimercosul :: By Agência Portal da Fronteira

Todos os direitos reservados.