Home História Associado Notícias Associe-se Documentos Links TV Web Contato

 

 

   

 

Notícias

 

Ação Civil Pública exige que Gerenciadoras de Risco não prejudiquem os trabalhadores

 

21/03/2013

 

O SINDIMERCOSUL (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes de Cargas de Linhas Internacionais do RS) protocolou no mês de março de 2013 uma Ação Civil Pública na Justiça do Trabalho de Uruguaiana para que as gerenciadoras de risco deixem de “vasculhar” a vida intima e privada dos trabalhadores (motoristas), e que não forneça informações do seu cadastro.

 

 

Para o Sindicato, esta iniciativa é “totalmente discriminatória” e, por isso, ajuizou a ação contra as 27 empresas (seguradoras e gerenciadoras) com pedido de condená-las a obrigação de “não fazer”, abster-se em realizar pesquisas no cadastro do SPC/SERASA/CDL, Cartório de Protestos, Órgãos Públicos - pertinentes ao Fisco, às Polícias e ao Poder Judiciário e a qualquer meio que possa prejudicar o trabalhador.

 

O Sindimercosul apresentou denúncia aos meios comunicação locais e estaduais em 21.12.2012, relatando que recebia pelo menos 20 reclamações por mês de motoristas que não conseguiam ingressar nas empresas, ou perdiam o emprego por causa de restrições.

 

Segundo o Presidente do Sindimercosul - Jorge Frizzo, ainda, em linhas gerais as gerenciadoras de riscos são responsáveis direta pela situação de penúria que vive muitos caminhoneiros. “Elas impedem que o trabalhador exerça sua função com dignidade, impedindo que ele preste serviço e viva condignamente. Basta um simples atraso numa prestação. Isso é desumano, temos casos de famílias, que enfrentaram graves problemas sociais, porque o profissional não podia exercer sua atividade”, lembra.

 

 

Eduardo Soares Brüggemann

 

 

 

 
 

Sindimercosul

Uruguaiana - Rio Grande do Sul

                            Fone: (55) 3413-1859

   

 

Copyright © 2011/2013 Sindimercosul :: By Agência Portal da Fronteira

Todos os direitos reservados.